jusbrasil.com.br
18 de Fevereiro de 2020
    Adicione tópicos

    MPF/TO denuncia empresário por sonegação de contribuição previdenciária

    O Ministério Público Federal no Tocantins ofereceu denúncia à Justiça Federal contra o sócio-gerente da empresa Dom Jason Indústria, Comércio e Distribuição Ltda, Osires Rodrigues Damaso, pela omissão às autoridades fazendárias de fatos geradores de contribuição previdenciária no preenchimento de Guias de Recolhimento do FGTS e Informações à Previdência Social (GFIP). A omissão resultou na supressão de R$

    em tributos.

    Segundo a denúncia, entre agosto de 2003 e março de 2008, com a intenção de sonegar contribuição previdenciária, Osires omitiu compras de produtos rurais de pessoas físicas no preenchimento de 48 GFPI's. Estas compras constituem fatos geradores de contribuição previdenciária, conforme determina o artigo 25 c/c 32, IV, da lei nº 8.212 /91 e artigo da lei nº 9.528 /97. O fato foi comprovado em ação fiscal realizada pela Receita Federal.

    A autoria da fraude está comprovada nos autos de procedimento fiscal, que culminou na constituição de crédito previdenciário no valor total de R$ 20.512,42, que encontra-se em fase de cobrança. Osires Damaso está incurso por 48 vezes nas penas do artigo 337-A , III , c/c artigo 71 , do Código Penal .

    0 Comentários

    Faça um comentário construtivo para esse documento.

    Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)